PISTIS MUA | fotografia

solos

a pulsação da fé 

Seremos capazes de voltar a ser Inocentes?
De nos reconhecermos Inocentes? Puros, crús, selvagens?
De cinzas, pó, carne, líquidos, orifícios, rugas feitas/os?
De onde pulsa então a nossa Fé? De uma força maior que nós?
De nós mesmas/os?
Qual a origem desta Fé em nós? No ser humano?
Para que serve? Para onde vai quando não a sentimos?
O que fazemos com Ela, cada dia?
O que Ela faz em nós, cada momento?
Poderíamos existir, continuar, respirar, sem Fé?

Criação e performance | Vera Eva Ham
Fotografia | Luís Conde
Cabo Espichel 2015